Ainda que tarde

R$68,00

Em estoque

Ainda que tarde

R$68,00

ISBN: 9786559056491 REF: 9786559056491 Categoria:

 

Como retratar um mundo cuja existência é marcada pela falta de sentido, como se estivéssemos largados à própria sorte, sem uma Pasárgada na qual pudéssemos nos abrigar?

Em Ainda que tarde, Vera Maia se propõe a este desafio enquanto leva o leitor a experienciar tal sensação de dissonância com o mundo ao redor.

A percepção de que paulatinamente as rasteiras do destino vão subtraindo a lógica do mundo irrompe com força em seus contos e poemas, sustentados pela potência de uma escrita madura, bem estruturada, direcionada a revelar personagens que se deparam com abandono, derrota, delírio e dor.

Mas não esperem melodrama!

O olhar oblíquo com que Vera Maia estrutura esse universo é permeado de humor ácido, impiedoso.

Nas situações em que prevalecem regras de moralidade, preconceitos e convenções vazias, a autora interfere de modo hábil, construindo uma espécie de ópera-bufa, denunciando as farsas ou, por vezes, recorrendo a pequenas transgressões e enganos que contribuem para que a leitura ganhe o sempre bem-vindo tom divertido.

Em outros momentos, ela ardilosamente prefere assumir o viés fantástico ou o espectro surreal, completando a escala de recursos convenientes para proporcionar ao leitor alívio perfeito para que ele possa se envolver logo em seguida com histórias nas quais a tensão foge ao controle das personagens, fazendo emergir a revolta e a vingança, ingredientes que deflagram o desatino e a loucura, resultando em extrema densidade ao corpo da narrativa.

Jogando com tais habilidades, Vera Maia brinda ao leitor com o poema Enigma, texto definitivo que sintetiza o espírito da obra: a vida é sem sentido, sem lógica, sem solução.

Claudia Chigres

Número de Páginas

Ano

Formato

Edição

Selo

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.